Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Eu tinha razão quando escrevi "Quando uma Keka falha"

     Eu sei que por vezes sou polémico e digo coisas que não são aceites por alguns cuscas dos meus bloges mas eu sou assim e não mudo. Não mudo, quer dizer, já comecei a mudar o tipo de apresentação deste bloge mas o seu conceito na generalidade não mudou em nada. As minhas opiniões embora algumas um pouco controversas normalmente tenho sempre razão.

     Tudo isto vem a propósito de um post que escrevia aqui em 28 de Junho, como o nome “Quando uma keka falha”.

     A este post tive alguns comentários que deixei passar pois a liberdade de expressão e opinião é livre desde que não ofenda o próximo. Se você quiser rever os ditos comentários basta lá ir, e goze com os ditos.

     E agora vamos ao que interessa e meus caros leitores verificarão se tinha ou não razão.

     Esteve livre de leitura na net mais propriamente dito nas notícias da Sapo como na Lusa um artigo sobre a infertilidade e que transcrevo aqui na íntegra.

 

“Infertilidade: 400 mil casais inférteis em Portugal, 40 por cento devidos a factores masculinos, especialista

14 de Novembro de 2008, 12:53

Porto, 14 Out (Lusa) - Cerca de 400 mil casais portugueses sofrem de infertilidade e destes 40 por cento devem-se a factores masculinos, afirmou hoje o presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA).

La Fuente de Carvalho, que falava à agência Lusa a propósito de I Curso de Infertilidade Masculina, a decorrer no Hospital de Santo António, no Porto, considerou que se trata de "um problema de saúde pública que tem sido um pouco descuidado".

Actualmente, segundo La Fuente, as unidades privadas proliferam, mas a nível do Serviço Nacional de Saúde a resposta é "escassa".

"Existem apenas unidade públicas nos hospitais de Santo António e S. João, no Porto, Guimarães, Gaia e Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa. É um número reduzido que dificulta o acesso às famílias com menores recursos financeiros", afirmou o especialista.

La Fuente de Carvalho congratulou-se com a intenção do Governo de alargar o número de unidades de medicina de reprodução aos principais hospitais portugueses, mas defendeu a integração de especialistas em urologia nestas equipas.

"Em muitas situações, a infertilidade masculina tem tratamento não devendo por isso engrossar a lista dos casais que aguardam pela procriação medicamente assistida", defendeu o especialista.

Sublinhou que o tipo de tratamento "depende da causa da infertilidade e deve ser adequado a essa causa, mas em muitos casos pode ser resolvido com sucesso e permitir uma gravidez natural".

No curso sobre Infertilidade Masculina inscreveram-se cerca de 50 especialistas de todo ao país, o que superou em muito as expectativas dos organizadores, que esperavam menos de duas dezenas de inscrições.

A actualização dos aspectos de Medicina da Reprodução - o estudo da anatomo-fisiologia da via reprodutora, o estudo e a avaliação das possíveis causas urológicas, hormonais e genéticas da infertilidade masculina, são alguns dos objectivos desta acção de formação.

La Fuente de Carvalho defende que "os procedimentos de diagnóstico devem estar sistematizados e coordenados, em simultâneo, para o casal e o tratamento fundamentado da evidência científica actual".

Porque a implementação da reprodução médica assistida é "uma forte opção" a desenvolver no Serviço Nacional de Saúde em 2009, La Fuente de Carvalho afirmou que na sequência do curso será elaborado um documento para ser publicado e distribuído aos profissionais de saúde que se dedicam a esta área.

PM.”

Lusa/fim

 

     Então? É ou não verdade que por vezes uma keka falha? Vocês têm é vergonha de o dizer. Pelo menos ao vosso médico de família deviam dize-lo. Não serão menos homens por isso e não digam que uma keka não concebida é não gostar de mulheres.

 

     Machões que comentam o trabalho honesto dos outros vão mas é ao médico.

 

 

  Nelson Camacho D’Magoito

 

Estou com uma pica dos diabos: Aliviado
música que estou a ouvir: A garagem da vizinha de Quim Barreiros
publicado por nelson camacho às 17:24
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Ray a 17 de Novembro de 2008 às 21:59
Boas noites.

Depois de ler este post, fui ler o outro a que fazes referencia.

E concordo. uma keka pode falhar, ja me aconteceu, muito dentro das situações que referes no outro post.

Há dias assim.... em nada sobe....

Abraço

R.
De nelson camacho a 17 de Novembro de 2008 às 23:57
Meu caro Ray obrigado pelo teu comentário e por me visitares. É chato quando acontece. É como as Bruxas nós não acreditamos que existem, mas que as há... há... Um abraço e volta sempre

Comentar post sem tretas

.No final quem sou?

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Um amigo colorido

. Namorados

. A Intrusa

. Sábado chato para um amig...

. Um Recado

. As Borboletas

. Estou na prisão do tempo

. As minhas procuras no Nat...

. Pequenas coisas

. A história do Pátio do Ca...

.arquivos

. Setembro 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.A Tua visita conta

web counter free

.Sempre a horas para criticar

relojes web gratis

.Art. 13, n.º 2 da Constituição

Ninguém pode ser privilegiado, benificiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.
blogs SAPO

.subscrever feeds