Terça-feira, 10 de Setembro de 2013

Vidas Cruzadas - V Parte

Não refeito com as suas descobertas

Ainda vieram mais!

(ver IV Parte)

O Canto do Nelson

     Pedro quando acordou já era tarde e foi com o tocar do telefone!

     Do lado de lá!,. Era a namorada…

 

        - Sejas bem ouvido! Já que aparecido é coisa que ninguém tem te posto a vista em cima. Só sei que não estás doente por informação da do meu pai que tem falado com a tua mãe. Sei que andas a ficar fora e não é de trabalho pois por cá também nada sabem de ti.

 

     Com aqueles queixumes todos de atacado e logo quando ainda destrambelhado pelo sono só lhe apeteceu dizer desligando logo o telefone.

 

        - Tenho tido uns problemas para resolver e hoje também não vou trabalhar. Amanhã eu estou lá.

 

     Virou-se para o outro lado a adormeceu novamente.

 

     De repente saltou-lhe à mona: Mas como é que ela sabe do que se tem passado por intermédio do pai?

 

     Tenho de tirar isto a limpo.

     Levantou-se e foi tomar o pequeno-almoço à cozinha. Estava lá a Mãe.

     Depois de lhe dar o beijo da praxe perguntou se estava melhor.

 

        - Mas eu não estou doente! Respondeu prontamente a mãe.

       - Desculpa mas se perguntei foi porque ontem depois do jantar disseste que tinha dores de cabeça, estavas cansada e nem fizeste companhia ao pai.

 

     Ermelinda ficou um pouco nervosa e disse que não era nada de cuidados.

 

        - Mas tens ido ao médico? O Pai da Isabel é um bom médico até pode fazer uma graça e nada te levar pela consulta.

        - E era logo eu que me aproveitava.

        - Mas ontem não disse que tinha ido ao médico?

        - Sim disse! Mas não fui ao Dr Pereira. Já tenho o meu médico porque havia de mudar. E já agora porque esse interesse se fui a um ou a outro médico?

        - Por nada! Só quero que esteja tudo bem entre ti e o pai.

     Ermelinda ainda ficou mais nervosa e encaminhou-se logo para a saída da cozinha sem antes comentar:

 

        - Mas afinal o que é que tem a ver a minha ido ao médico com o estar bem ou mal com o teu pai?

 

      As últimas palavras já foram ditas entre portas não dando ocasião ao Pedro em ripostar.

 

     Depois de sua namorada ter dito que sabia das suas noitadas através do pai e se a mãe dizia que não tinha ido ao seu consultório, Pedro ficou com “A pulga atrás da orelha”. Algo se estava a passar que ele não entendia!

 

     Como não tinha com quem desabafar as suas preocupações, telefonou ao Rui convidando-o para o almoço.

 

Almoço no Madeirense

 

      Na hora marcada lá se encontraram no Madeirense.

 

        - Ao que parece estás preocupado com qualquer coisa. Afinal o que se passou lá em casa? Foi com o teu pai?

        - Não!.. Esse caso ficou resolvido. Entendi as razões apresentadas e até não me importo que ele ande com a tua Mãe. O caso agora é com a minha.

 

     Rui com uma risada de sacana atirou:

 

        - Não me digas que a tua mãe também tem um amante?

        - É pá!.. Tás a gozar?

        - Então conta-me.

        - De há uns tempos a esta parte que acho que ela anda um pouco nervosa e ontem a Isabel disse-me coisas a meu respeito que só lá em casa sabiam e quando a questionei, disse-me que tinha sabido através do pai. Fiquei admirado e então questionei minha mãe e perante o que ela me disse e em modos um pouco atrapalhada fiquei com a pulga atrás da orelha se ela se encontrava às escondidas com o meu futuro sogro.

Rui continuando rindo-se com ar sarcástico atirou:

 

        - Tu não me digas que o teu pai anda com a minha Mãe e a tua Mãe anda com o teu sogro. Estes cótas são danados! São piores que nós.

        - Podes achar graça mas eu não acho graça nenhuma. Trata-se da minha Mãe, porra!

        - Desculpa lá e sem ofensa! Onde é que ela é melhor que a minha?

        - Desculpa mas não é a mesma coisa. A tua não tem marido.

        - Pois tens razão. Não é a mesma coisa. – e dando uma gargalhada – É pá! Assim fica tudo em casa. Já agora metemos a Isabel no mesmo grupo. O Grupo dos safados.

        - Já agora também queres ir com ela para a cama!

        - Porra! Livre Satanás e todos os canhotos. Não me entendo com galinhas. Antes queria ir contigo.

        - Comigo? Mas agora somos bichas ou quê?

        - Tu não me digas que não gostavas de experimentar!

        - Eu? Para quê?

        - Para ficar de facto tudo em família – e continuou a rir-se ao mesmo tempo que olhava fixamente os olhos do Pedro.

 

     Aquela dica, riso e olhar fez estremecer o Pedro que entretanto já estava na sobremesa. Só faltava o café.

 

        - A propósito! Sabes que comprei o DVD do filme “O Segredo de Brokeback Mountain” que tu gostavas de ver?

        - Sim! É porreiro! Depois emprestas-me?

        - Como não bebemos o café aqui porque não o vamos tomar a minha casa e o vimos lá? Eu também ainda não o vi.

        - Está bem!

VI Capitulo

Quando o Rui se atirou ao Pedro

 

     Chegando a casa do Rui este a mostrou-lhe as divisões.

 

        - Vou tirar os cafés. Queres um aperitivo? Temos uma aguardente particular que é um espanto.

        - Pode ser!

 

      Tomaram o café na cozinha. Rui encheu dois copos da tal aguardente e desculpou-se.

 

        - Sabes? Não temos leitor de DVs na sala! Está no meu quarto. Temos de ver o filme nele.

 

        - Está bem. A casa é tua.

 

     O quarto do Rui era grande, Até tinha uma máquina de ginástica tipo bicicleta, uma secretária com uma estante de livros e um computador, uma cama grande e um plasma na parede frente aos pés da cama havendo por baixo uma cómoda onde poisava uma aparelhagem de som com o respectivo leitor de CDs e DVs.

 

Dois amantes- quadro de Rersa Reza

               Numa das paredes estava um quadro ao que parecia de grande valor e interessante ao qual Pedro questionou:

 

        - Belo quadro!..

        - Sim! Representa “Dois amantes” e é uma pintura de “Rersa Reza Abbasi” é uma relíquia deixada por meu pai.

        - Em minha casa não tenho quadros deste valor e no meu quarto só tenho uns posters de gajas nuas.

        - E são esses que te dão tesão?

        - Não!.. mas gosto!..

        - Então o que te faz tesão? – Filmes porno ou outros onde entrem gays como o “O Segredo de Brokeback Mountain”!

        - Nada disso. Ouvi falar sobre esse filme que não é um filme porno mas que exemplifica o que pode acontecer a dois homens quando se encontram sós.

        - Aqui só temos um problema! Os filmes têm de ser vistos deitados na cama.

        - Não faz mal! Eu também faço o mesmo em minha casa.

 

     Rui despiu-se e ficou somente de chorts. Colocou o DVD a rodar atirou-se para a cama ao mesmo tempo que dizia.

 

        - Podes ficar à vontade! Hoje não temos ninguém e casa até às tantas. Eles vão jantar fora.

 

     Quando o Rui se pronunciava a “eles” já se sabia que o pai naquele dia não iria jantar a casa. Mas tudo bem. O que ele queria naquele momento era curtir o filme que nunca tinha visto no cinema e andava deserto de o ver.

     Como o quarto estava bastante quente, o seu amigo se tinha posto totalmente à vontade e porque iria ver o filme na cama, também se colocou à vontade. Descalçou-se, tirou as calças ficando somente com a camisa e uns Boxers vermelhos.

 

nelson camacho d'magoito

  

     Deitaram-se confortavelmente de papo para o ar e o filme começou.

 

     A história foi-se desenrolando até chegar a altura em que os actores se encontram dentro da tenda deitados entre mantas.

 

     È nesse momento que Rui puxa a manta e se tapa assim como ao Pedro.

     Momentos depois enquanto o filme vai correndo Rui vai aproximando os pés dos do Pedro e mais tarde vai a pouco e pouco colocando as pernas em cima das do Pedro.

     Este não acusa o toque a não ser quando da cena em que a mulher de um vê ao fundo da escada seu marido beijar o amigo na boca.

 

     É nessa altura que sente a mão do Rui introduzir-se por dentro dos seus boxers direita ao seu pau que sem saber porque está em riste.

 

     Fica atrapalhado e mais ainda quando Rui se coloca de conchinha continuando a segurar-lhe no pau, e sente no seu traseiro o pau do amigo também rijo como barra de ferro.

     Ainda se mantêm assim durante uns momentos até que o Rui faz mais pressão no contacto e começa masturbando-o.

 

Quando o amigo começa a masturbação

     Pedro! Repentinamente afasta o edreon e levanta-se um pouco indignado.

 

        - Mas que é isto? Julgas que sou Gay?

 

     Rui ficou atrapalhado com a atitude do Pedro, pois esperava outra reacção do amigo.

 

        - Desculpa pá!.. Foi com o calor e a reacção das cenas do filme.

 

        - Pois! Se tu tens essas manias e as praticas com o teu amigo Nelson, isso é com vocês! Mas essas coisas não são comigo. Tenho namorada e vou casar com ela.

 

O Segredo de Brokeback Nountain

 

    

        Pedro vestiu-se rapidamente e desarvorou porta fora.

 

 

        Nem acabou de ver o filme que transmitia na altura uma canção dedicada ao tema “menino”.

 

 

 

Segue para a (VI Parte)

 

             Nelson Camacho D’Magoito

          “Contos ao sabor da imaginação”

                  © Nelson Camacho
2013 (ao abrigo do código do direito de autor)

Estou com uma pica dos diabos:
publicado por nelson camacho às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

.No final quem sou?

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. A prostituição mora no Pa...

. Um amigo colorido

. Namorados

. A Intrusa

. Sábado chato para um amig...

. Um Recado

. As Borboletas

. Estou na prisão do tempo

. As minhas procuras no Nat...

. Pequenas coisas

.arquivos

. Setembro 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.A Tua visita conta

web counter free

.Sempre a horas para criticar

relojes web gratis

.Art. 13, n.º 2 da Constituição

Ninguém pode ser privilegiado, benificiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.
blogs SAPO

.subscrever feeds