Domingo, 13 de Janeiro de 2008

Como passaram os anos

Parabéns meu filho!

 

                     Como passaram os anos

                          “Um dia na Ericeira”

 

 

O tempo que passou com algum tempo de felicidade e outro tempo não tanto.

Memórias que ficaram, umas boas outras más não das pessoas que percorreram o nosso tempo mas de tempos que poderiam ter sido outros. Ficaram as recordações que cada um as vai viver de acordo com a sua forma de estar na vida. Ficou a saudade para uns e as tristezas para outros. Como tudo na vida que não é eterna, fica sempre a esperança, único estado de alma que não morre e nos acompanha até ao fim dos nossos dias, independentemente do que somos, fomos, queríamos ou queremos ser.

Para além das recordações vai ficar a semente, aquela que brotou de uma noite de amor, digo eu!

Recordar é viver, e lembro-me tão bem como se fosse hoje e já lá vão trinta e um anos daquele momento em que se fez luz nas entranhas daquela digam o que disserem eu amava. Amava à minha maneira sim, mas amava.

 

Essa semente que falo, faz hoje precisamente trinta e um anos. Certamente não vamos estar juntos, eu porque a vida é mesmo assim e ele porque tem outra família, como um dia me disse. De qualquer forma, aqui fica publicamente a grata recordação do último natal (2007) e a saudade deste dia mas em 1977.

Queria postar uma ou outra fotografia nos posts que te dedico, mas tendo respeito pela tua privacidade não o faço.

  Há alturas que não saem mais palavra assim, conjuntamente com o amor que te dedico e em vês dos parabéns a você, aqui fica um poema de João de Deus.

 

 

         Dia de anos

     (De: João de Deus)

 

 

Com que então caiu na asneira

de fazer na quinta-feira

vinte e seis anos! Que tolo!

Ainda se os desfizesse…

mas fazê-los não parece

de quem tem muito miolo.

 

Não sei quem foi que me disse

Que fez a mesma tolice

Aqui o ano passado…

No que vem, agora, aposto,

Como lhe tomou o gosto,

Que faz o mesmo? Coitado!

 

Não faça tal: porque os anos

que nos trazem? Desenganos

que fazem a gente velho:

faça outra coisa: que em suma

não fazer coisa nenhuma,

também lhe não aconselho.

 

Mas anos não caia nessa.

Olhe que a gente começa.

às vezes por brincadeira,

mas depois, se se habitua,

já não tem vontade sua,

e fá-los, queira ou não queira!

Poema de João de Deus In: Campo de Flores

 

Nelson Camacho

Estou com uma pica dos diabos: e sinto-me bem com Deus
música que estou a ouvir: Saudade,Saudade
publicado por nelson camacho às 11:22
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Natália Correia a 14 de Janeiro de 2008 às 22:04
Se calhar não vai passar o dia contigo? Meu amigo ?
Que te impede ou o que lhe impede a ele? Já tenho dois (2) filhos e nenhum deles me escreveu coisa tão bela. Então ele diz que tem outra família ? Não vive contigo? Mesmo assim, não é caso para dizer que tem outra família . Se ele por cá anda, deveu a ti, tem o teu génese a semente que o gerou foi a tua e não a da mãe. As mães nada mais são que as fieis depositárias do esforço que o homem faz, nós só temos de receber a vontade do homem, (isto é a pura verdade, mesmo a cientifica) Se hoje ele faz 31 anos já tem idade para ter juízo . Reparei que neste blog já escreveste algo para ele "Será que não tenho tempo?". Lindo! Quem me dera que foras meu filho.
Natália Correia

Comentar post sem tretas

.No final quem sou?

.pesquisar

 

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Namorados

. A Intrusa

. Sábado chato para um amig...

. Um Recado

. As Borboletas

. Estou na prisão do tempo

. As minhas procuras no Nat...

. Pequenas coisas

. A história do Pátio do Ca...

. Finalmente libertei-me.

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.A Tua visita conta

web counter free

.Sempre a horas para criticar

relojes web gratis

.Art. 13, n.º 2 da Constituição

Ninguém pode ser privilegiado, benificiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.
blogs SAPO

.subscrever feeds