Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Um Casamento em Caná da Galilea

     Para que não digam que só escrevo histórias dobre a vida de determinadas opções sexuais já que vamos entrar na Páscoa aqui vai uma que faz parte da Bíblia Sagrada

As bodas de caná

 

As Bodas de Caná

 

     Em Caná, uma pequena cidade perto de Nazaré na Galileia ia realizar-se um casamento.

     Derivado à proximidade de Nazaré, o pai do noivo e porque conhecia Maria, Mãe de Jesus, convidou estes para a festa.

     Maria para satisfazer os nubentes falou a Jesus no convite e disse-lhe que ficaria bem aos vizinhos se por lá passassem.

     Jesus aceitou e conjuntamente com os seus discípulos lá foram todos abençoar aquele casamento.

     Quando chegaram, a festa estava no auge e toda a gente desfrutava da alegria da música, dançando, comendo e bebendo.

     A certa altura e em conversa com a mãe do noivo verificou que o vinho não iria chegar para toda a gente. Então aproximando-se de seu filho, sussurrando-lhe. “O anfitrião está a ficar sem vinho para toda a gente!”. E com um ar suplicante acrescentou: -“Seria uma profunda desonra para ele não ter o suficiente para oferecer aos convidados. Com toda a tua profunda bondade não podes remediar a situação?”

 

         “Mãe, já reparei na situação mas ainda não é o momento certo. Entretanto não deveis dizer-me o que devo ou não fazer”:

 

     Maria com o seu olhar terno e compreensivo calculou que algo iria acontecer no momento oportuno. Acenou-lhe com movimento de cabeça de agradecimento e dirigiu-se aos empregados e sussurrou-lhes:

 

         - “Se meu filho Jesus vos disser para fazerem algo que achem de estranho, façam-no sem pestanejar”.

 

     A festa continuava bastante animada mas notava-se uma certa inquietude do anfitrião pois já lhe estava a faltar o vinho para os seus convivas.

     Jesus achando que era a altura oportuna para ajudar aquele pai aflito, aproximou-se dos empregados e disse-lhes:

 

        -“Vêem aqueles dois cântaros em pedra? Quero que os encham até acima com água.”

 

     Os empregados atrapalhados mas lembrando-se das recomendações de Maria lá foram fazer o que Jesus lhes pedira.

 

     Ele continuou:

 

        - “Agora, encham uma taça e peçam ao homem responsável pelo banquete que a prove.”

Assim fizeram e o homem bebeu um pouco. “Mas que especialidade!” – disse ele -.

 

     Chamou o noivo. “Olha meu filho!.. Passa a servir os convivas com este vinho que é do melhor e quando de certa forma já estiverem inebriados, serve-lhes o que tínhamos em casa”

     O noivo depois de ter provado também aquele vinho foi dizendo: -“Afinal guardaste o melhor até agora”

     Pegando numa taça daquele néctar lá foi para junto dos seus convidados dançando e gritando: - “Amigos!.. Temos vinho novo com a bênção do Senhor”

     A música continuou a tocar e a festa ficou ainda mais animada.

     Jesus, sua Mãe e discípulos, conforme entraram na festa assim saíram sem aguardar qualquer agradecimento.

 

     Tinha-se feito mais uma vez a vontade de Deus, pela mão de seu filho Jesus.

 

Para vossa degustação vejam As Bodas de Caná

As fotos aqui apresentadas são livres de copyright e retiradas da Net.

 

     

      Nelson Camacho D'Magoito 

            “Contos bíblicos”

           © Nelson Camacho
2014 (ao abrigo do código do direito de autor)

música que estou a ouvir: Nossa Senhora
publicado por nelson camacho às 02:15
link do post | comentar | favorito
|

.No final quem sou?

.pesquisar

 

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Namorados

. A Intrusa

. Sábado chato para um amig...

. Um Recado

. As Borboletas

. Estou na prisão do tempo

. As minhas procuras no Nat...

. Pequenas coisas

. A história do Pátio do Ca...

. Finalmente libertei-me.

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.A Tua visita conta

web counter free

.Sempre a horas para criticar

relojes web gratis

.Art. 13, n.º 2 da Constituição

Ninguém pode ser privilegiado, benificiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.
blogs SAPO

.subscrever feeds