Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Café da manhã

 

                            Café da manhã
 
     O prometido é devido e eu sou assim, quando prometo cumpro!
 
     Amiga do Café com Natas esta é a minha forma de agradecer as palavras e opiniões dadas por si em um comentário que fez ao meu post, “ Não fujas a quem te ama”.
 
     Escrevi eu em resposta que me lembrava do poema de Roberto Carlos “Café da Manhã” e que o iria publicar para si, aqui está ele.
 
     Não sei se gostará ou não (até parece uma paquerada) mas não é! É simplesmente a minha mente que recorre a certas palavras que me fazem sonhar.
 
     Não sei também se gosta do Roberto Carlos e da voz do Marco Paulo, eu gosto de ambos, do primeiro como artista e interprete e o segundo como ex colega e amigo a quem já tive a oportunidade de lhe dar os parabéns aqui no meu canto.
 
     Este poema está gravado por Marco Paulo num CD com o título Amor sem limites.
 
     Assim aqui fica:
 
 
Café da manhã
( Letra e música de Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

Amanhã de manhã
Vou pedir o café p’ra nos dois
Fazer-te um carinho e depois
Envolver-te em meus braços
 
Em meus braços
Na desordem do quarto esperar
Lentamente o teu despertar
E te amar na manhã
 
Sem me importar
Com o tempo correndo lá fora
Amanhã nosso amor não tem hora
Vou ficar por aqui.
 
Pensando bem
Amanhã eu não vou trabalhar
Além do mais
Temos tantas razões p’ra ficar
 
Amanhã de manhã
Eu não quero nenhum compromisso
Tanto tempo esperámos por isso
Desfrutemos de tudo.
 
Quando mais tarde
Nos lembrarmos de abrir a cortina
Já é noite e o dia termina
Vou pedir o jantar
 
Nos lençóis macios amantes se dão
Travesseiros soltos, roupas pelo chão
Braços que se abraçam, bocas que murmuram
Palavras de amor enquanto se procuram.
 
 
 
     Nelson Camacho D’Magoito

 

música que estou a ouvir: Café da manhã
Estou com uma pica dos diabos:
publicado por nelson camacho às 12:49
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 22 de Março de 2008

Dia Mundial da Poesia

Hoje, é “O Dia Mundial da Poesia”. Este dia foi instituído na 30ª Conferência Geral da UN...

Ler artigo
música que estou a ouvir: Kyrie
Estou com uma pica dos diabos: poeta
publicado por nelson camacho às 06:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.No final quem sou?

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Café da manhã

. Dia Mundial da Poesia

.arquivos

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Sai do armário e mãe pede...

. Eurovisão

. Depois de "All-American B...

. Raptada por um sonho ...

. Crónica de um louco senti...

. Terminei o meu namoro!!‏

. Dois anjos sem asas...

. Parabéns FINALMENTE!!!!

. Guetos, porque não?

. “Porque razão é preciso t...

.Art. 13, n.º 2 da Constituição

Ninguém pode ser privilegiado, benificiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub